PNI 83 anos

O Parque Nacional do Iguaçu, abrigo das Cataratas do Iguaçu, Maravilha Mundial da Natureza, celebrou 83 anos de existência nesta segunda-feira, dia 10 de janeiro de 2022. A unidade de conservação brasileira, localizada no Oeste do Paraná, que faz fronteira com a Argentina, coleciona bons resultados na conservação da biodiversidade.

 

O Parque Nacional do Iguaçu, Maravilha Mundial da Natureza, celebrou 83 anos.

Foto: Divulgação

 

 

Turismo sustentável

O Parque Nacional do Iguaçu se consolida como referência na conservação da natureza e no turismo sustentável no mundo. O parque, que é um dos mais antigos do Brasil, protege uma área de 186 mil hectares de Mata Atlântica e uma rica biodiversidade, abrigando uma fauna localizada por mais de 12 espécies de anfíbios, 48 ​​tipos de répteis, 158 espécies de mamíferos, 175 de peixes, 390 espécies de aves e mais de 800 invertebrados identificados.

 

Posse no Conselho

O Presidente do TJ-PR, desembargador José Laurindo Netto, assumiu o comando do Conselho dos Presidentes dos Tribunais de Justiça. Laurindo será o primeiro paranaense a tomar posse no cargo máximo do órgão que reúne os presidentes dos judiciários de 26 estados e do Distrito Federal com a missão integrar esforços para valorizar e garantir a autonomia da Justiça Estadual, responsável por quase 80% dos processos que correm nos tribunais brasileiros.

 

Reconhecimento

Para o Presidente do Tribunal de Justiça do Paraná a conquista dessa posição representa um reconhecimento do trabalho feito pelo TJ do Estado, de levar a Justiça para perto da população, em especial dos que mais precisam. Projetos como os Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), que atuam não apenas prestação processual, mas principalmente, na busca por formas de conciliação, reparação de danos e ressocialização.

 

Terceira via

Para o professor e empresário paranaense Wilson Picler, cabeça do poderoso grupo Uninter e que está nos registros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) como maior doador individual da campanha de 2018 de Bolsonaro, com uma contribuição de R$ 800 mil, não há dúvidas de que essa aguardada terceira via é Sérgio Moro. “Moro é fundamental… O povo terá a opção de três projetos distintos. Isto fortalece a democracia e enriquece o debate, além de elucidar dúvidas remanescentes. No Paraná, Moro ficará um pouco mais forte, com possibilidades de estar à frente de Bolsonaro”, afirma Picler.

 

Fundão!

Este ano, os partidos terão uma verba recorde de 6 bilhões de reais para ser utilizada nas eleições, sendo 4,9 bilhões para o Fundo Eleitoral e 1,1 bilhão para o Fundo Partidário. O dinheiro público vai fortalecer ainda mais a polarização entre Lula e Bolsonaro. A frente governista deve ter disponível 1,02 bilhão de reais, enquanto o PT terá 582 milhões de reais, isto sem o apoio de outras siglas de esquerda.

 

Título de eleitor

Quem precisa tirar ou transferir título de eleitor precisa ficar atento ao prazo. A data limite, 4 de maio, foi aprovada pelo Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na Resolução nº 23.674/2021, que disciplina o Calendário Eleitoral de 2022, com as principais datas a serem observadas pelos partidos e candidatos. As eleições estão marcadas para o dia 2 de outubro, quando os brasileiros vão às urnas para eleger presidente da República, governadores, senadores e deputados federais, estaduais e distritais. Eventual segundo turno será realizado no dia 30 de outubro.