Quatro alunos do curso de Direito do Centro Universitário de Cascavel – Univel se uniram em prol de uma nobre causa: melhorar a qualidade de vida da comunidade.

Por meio do projeto “Vem Somar”, os acadêmicos Emilly Notoya, Lucas Teixeira, Gabriel Martinho e Matheus Razera arrecadaram roupas, alimentos, entre outros materiais, para distribuir para as famílias da Cootacar (Cooperativa dos Trabalhadores Catadores de Materiais Recicláveis) e as famílias do Bairro Interlagos que tiveram suas casas atingidas por um incêndio. “É sempre bom ajudar os outros, ainda mais nesses últimos tempos. Foi uma experiência muito bacana contribuir para essa campanha”, conta o acadêmico Gabriel Martinho.

Para auxiliar as famílias do Interlagos a reconstruírem suas casas, os alunos ainda arrecadaram cerca de 20 mil tijolos. “Foi muito gratificante fazer parte desse projeto, cujo objetivo era arrecadar donativos para famílias em situação de necessidade. Ficamos felizes com o resultado pois muita gente ajudou”, conta Emilly Notoya, acadêmica que fez parte do projeto. Ela completa: “É realizador saber que pudemos contribuir com essas famílias e ajudá-las! Em um momento tão sensível como esse, isso se torna essencial”.

Cootacar

A iniciativa, além de fortalecer o espírito de cidadania e responsabilidade social, beneficiou cerca de 60 famílias da Cootacar, valorizando também o meio ambiente e os trabalhadores da cooperativa. “Nós começamos a recolher alimentos, roupas, utensílios de cozinha, tudo que pudesse ajudar, e buscamos tentar fazer o mínimo que seja para que essas famílias superem as dificuldades”, ressalta o acadêmico Lucas Teixeira.

O coordenador adjunto do curso de Direito, Fausto Irschlinger, reforça a importância de projetos como esse: “A coordenação do curso de Direito considera excelente a iniciativa de seus acadêmicos. É muito importante partir deles ações pensadas nos outros, nos que mais precisam de apoio. Isso faz parte da responsabilidade social que deve mover o ser humano em formação. É digno de nota em momentos difíceis auxiliar voluntariamente a comunidade regional, melhorando a qualidade de vida e o fortalecimento da cidadania”.

Por: Núcleo de Comunicação