Em grandes proporções, o fogo tomou conta de uma grande área de mata na tarde de ontem, em Cascavel, na Rua Jorge Lacerda, proximidades da Avenida Guaíra, Bairro Tropical.

Não se sabe como o fogo começou, mas o mato seco ficou tomado pelas chamas, que se espalharam rapidamente, com muita fumaça e calor intenso. O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender a ocorrência e espantar os fogos. Só ontem à tarde, pelo menos dois incêndios foram registrados. Na tarde de terça-feira, uma grande área de mata também pegou fogo em Cascavel, no Jardim Montrel.

Já foram 22 incêndios em vegetação em julho, de acordo com relatório online do Corpo de Bombeiros, dados consultados na tarde de ontem às 15h. Bem mais do que o contabilizado em junho, quando foram sete registros de queimadas em vegetação feitos pelo Corpo de Bombeiros. Apesar do montante, o número ainda é menor do que no ano passado, quando foram 57 incêndios no mesmo mês.

No ano

Neste ano, até ontem, por volta das 15h, 127 incêndios em vegetação foram contabilizados. No mesmo período do ano passado, de 1º de janeiro até 18 de julho, foram 128. O inverno é propício para ocorrências de incêndio em vegetação por ser historicamente seco. Segundo o Instituto Meteorológico Simepar, não chove significativamente desde 28 de junho, ou seja, 20 dias de seca completados ontem. O alerta é vermelho para o risco de queimadas.