Toledo sediou o 1º Seminário de Atenção Integral à Saúde do Adolescente em Medida Socioeducativa de Internação

Este é o primeiro evento no Estado a ser realizado utilizando recursos do POM. Uma parceria entre a Secretaria de Saúde e o Cense de Toledo

O município de Toledo recebeu nesta terça-feira (20) o 1º Seminário de Atenção Integral à Saúde do Adolescente em Medida Socioeducativa de Internação. O evento foi realizado no  anfiteatro da Universidade Paranaense (Unipar) Campus I. A ocasião abordou temas sobre o suicídio e redução de danos. A solenidade contou com a participação do Juiz de Direito da Vara da Infância e da Juventude, Rodrigo Rodrigues Dias, e do Diretor do Centro de Socioeducação (CENSE), Sandro de Moraes. Também estiverem presentes agentes da rede de socioeducação, saúde, entre outros.

Unimed

É importante destacar que Toledo é um dos três municípios do Estado do Paraná que possui o Plano Operativo Municipal (POM) aprovado pelo Ministério da Saúde. O POM tem por objetivo apresentar diretrizes para a implantação e implementação de ações de saúde. Tendo como pontos principais com a promoção de proteger e recuperar a saúde da população adolescente em regime de internação, internação provisória e semiliberdade.

Segundo a Enfermeira Sirlene Dela Torre, o município tem a responsabilidade de desenvolver ações junto a esses adolescentes que estão internados no Cense. “Com o POM, temos como objetivo utilizar os recursos para adquirir materiais educativos para trabalhar temas de educação em saúde por meio de grupos e oficinas desenvolvidos com os adolescentes do Cense”, explicou. Sirlene ainda informa que a realização de seminários, eventos e fóruns, como este faz parte de uma capacitação específica para os profissionais que atendem estes adolescentes.

A aprovação do POM para o município de Toledo ocorreu no ano passado. A Enfermeira do Cense, Darhtila Miglioranza, que realiza o atendimentos aos jovens do local, explicou que o POM possui um fluxo de atendimentos do Cense, e neste contexto, é repassado uma verba mensal para ser utilizado para projetos como estes. Darhtila ainda avalia positivamente o evento que o primeiro a ser realizado no Paraná.

A cerimônia contou com a participação do Psicólogo Técnico, Altieres Edemar Frei, de Curitiba. Ele falou sobre a ética do cuidado da redução de danos voltada ao público adolescente. “A ideia é discutir formas de cuidado que não sejam voltadas especificamente para a abstinência. A redução de danos na perspectiva de autonomia do sujeito, é um pouco de responsabilizá-lo pelas suas escolhas, e para isso é necessário discutir sobre as drogas sem tabus. E se houver, quebra-los, para que a discussão seja ampla”, informou.

O Juiz Rodrigo Rodrigues Dias, aproveitou para destacar que este é um diálogo entre o município e o Estado que é positivo para o atendimento dos adolescentes que estão inseridos no Censa. “Além da contrapartida financeira, que é importante, teremos uma melhora na qualidade dos serviços prestados. Vale salientar que o município é referência na inserção desses adolescentes na comunidade”.

O que é o POM

O Plano Operativo Municipal apresenta e descreve o que e como devem ser realizados os trabalhos e atividades entre o Poder Municipal e o Poder Estadual na esfera da Saúde, além da gestão estadual do sistema socioeducativo, na provisão dos cuidados em saúde destes adolescentes.

Com a aprovação deste plano, aumenta o repasse do recurso financeiro aportado do Ministério da Saúde para o Município de Toledo, recurso este que deve ser utilizado com a saúde dos adolescentes em conflito com a lei.

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação