Depois de não assinar uma carta em que 20 governadores do país apoiam os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados, o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), soltou uma nota sobre o tema. Segundo o chefe do Executivo, o Estado não pode perder tempo com discussões políticas na atual configuração da pandemia do novo coronavírus.

“Neste momento, a propriedade é enfrentar da melhor maneira esta pandemia, que tem desafiado a todos a buscar medidas que minimizem os impactos na saúde e na economia. Nossa obrigação, como gestores, é dar suporte ao povo brasileiro, especialmente às classes mais carentes. O Paraná não tem tempo a perder com discussões políticas. Juntos entramos nesta crise. Juntos dela sairemos. O momento é de união”, aponta a nota de Ratinho.

Esta carta, assinada pelos governadores, busca apoiar os presidentes das Casas Legislativas em âmbito federal, buscando acrescer às necessidades que a Covid-19 vem trazendo aos estados. Os gestores do Acre, Amazonas, Distrito Federal, Minas Gerais, Rondônia e Roraima foram outros que não assinaram a carta.