Parlamento autoriza Itália a aumentar dívida pública para ajudar bancos

ROMA – O governo italiano recebeu o apoio das duas câmaras do Parlamento para aumentar a dívida do país em até ? 20 bilhões no momento em que o país se prepara para o provável resgate do banco Monte dei Paschi di Siena e de outras instituições financeiras em problemas

Unimed

As duas casas legislativas votaram a favor de permitir o governo do primeiro-ministro Paolo Gentiloni a destinar financiamento adicional no próximo ano. O Monte dei Paschi poderai ser um dos primeiros beneficiários das ajudas estatais adicionais, já que seus esforços para captar ? 5 bilhões de fundos gestores e investidores não avançaram.

As dificuldades dos bancos da Itália, que afetam a economia já debilitada, são a primeira prova para Gentiloni, ex-ministro de Relações Exteriores, que substituiu Matteo Renzi no cargo de primeiro-ministro após sua renúncia devido ao resultado negativo do referendo constitucional no início deste mês.

? Se os europeus por alguma razão decidiram se opor à maneira com que a Itália decidir seguir com o resgate bancário, se assim for exigido, acabaríamos com um voto de confiança ao governo, e então, na essência, haveria novas eleições ? afirmou Michael Metcalfe, diretor global de estatégia macro da State Street Global Markerts.

As ações do Monte dei Paschi caíram a um nível mínimo recorde, até 17%, a ? 15,47, devido ao temor do fracasso do levantamento de capital. É o valor mais alto para o papel desde que a empresa abriu seu capital em 1999, antes de serem suspensas.

?Ao definir os possíveis critérios de intervenção, o governo reafirma seu compromisso com a máxima garantia dos poupadores minoritários, levando em conta as margens? estabelecidas em regras europeias sobre a ajuda estatal e a direção bancária, afirmou o ministro das Finanças italiano, Pier Carlo Padoan no Parlamento nesta quarta-feira. O impacto nos poupadores ?será minimizado ou tornado inexistente?, acrescentou.

Outros bancos italianos que podem receber ajuda são Veneto Banca, Banca Popolare di Vicenza, Banca Carige, segundo fonte próxima ao assunto.

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação