Curitiba – Até o próximo dia 30, as empresas devem fazer o pagamento da primeira parcela do 13º salário, uma renda extra sempre muito aguardada pelos trabalhadores e que, neste ano, será ainda mais desejada.

Segundo sondagem realizada pela Fecomércio PR (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná), a maioria dos paranaenses vai utilizar o dinheiro extra para fazer uma reserva financeira ou investir, com 47,8% das respostas. Esse percentual é o dobro do ano passado, quando 23,7% dos trabalhadores afirmavam que não iriam gastar o valor da gratificação natalina e aproveitariam para economizar.

Na comparação com 2019, percebe-se uma inversão entre as respostas mais citadas, pois neste ano, o pagamento de dívidas, que era a principal destinação do 13º salário no ano passado, passou para o segundo lugar, com 36%.

Na sequência, a sondagem da Fecomércio PR identificou que 22,9% utilizarão o valor para a compra de presentes. A questão era de múltipla escolha e por isso outras aplicações foram citadas pelos entrevistados, tais como o pagamento de impostos e taxas, com 18,8%, além de viagens, com 14%. Outros 10,1% ainda não sabem o que farão com a remuneração adicional.