Em abril de 2015 o Jeep Renegade chegava oficialmente ao público brasileiro reinventando o segmento. Agora, depois de três anos e meio, ele entra na linha 2019 disposto a mostrar porque é mais Jeep do que nunca. Dotado de ainda mais conectividade, tecnologia, capacidade e equipamentos, além de novidades no design, continua sendo referência entre os utilitários-esportivos compactos e inspirando uma legião de admiradores.

Primeiro produto da fábrica mais moderna do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) do mundo, em Pernambuco, o modelo inaugurou uma nova era da Jeep no Brasil, firmando-a na nona posição em vendas. Sozinho, o Renegade já acumula 160 mil emplacamentos apenas no mercado interno. E, mais do que isso, de cada cinco SUVs vendidos no país atualmente, um é Jeep – o número exato é de 22% de participação, liderança absoluta na categoria.

Tanto sucesso só aumentou o desafio da Jeep para abrir mais este capítulo brilhante na história do veículo e da marca no Brasil. A começar pelo design icônico do Novo Renegade, lapidado para reforçar a autenticidade típica de todo Jeep.

O novo frontal exibe a grade com um redesenho nas tradicionais sete fendas, um pouco mais baixas. Nas versões Limited e Trailhawk, os faróis agora são de LED, tanto os principais quanto os de neblina, bem como as luzes diurnas (DRL). Não à toa, o “rosto” do Renegade está ainda mais alinhado com o da nova geração do Jeep Wrangler, ícone máximo da marca. Esse conjunto de iluminação, com alcance mais de 50% superior ao padrão atual (de lâmpadas halógenas), também está disponível como opcional nas opções Longitude.

Nas versões Flex, outra novidade é o para-choque dianteiro, que proporciona ao modelo um dos mais amplos ângulos de ataque da categoria, de até 28° (os números são ainda melhores nas opções Diesel, chegando a 30º). O que aumenta a capacidade para enfrentar quaisquer adversidades que venham pela frente.

Sempre de liga leve, as rodas ganharam novos desenhos em todas os Renegade, com destaque para o Limited, que exibe aros de 19” polegadas, medida exclusiva no segmento. Por sinal, nessa configuração, as rodas têm duas inéditas opções de cor, de acordo com a pintura da carroceria.

Quando o Renegade Limited é Cinza Antique, os contornos das aberturas da grade dianteira e as rodas são grafite. Se o veículo é na cor Deep Brown (disponível apenas nesta versão), tais detalhes ostentam acabamento bronze, com a grade grafite. Nas demais tonalidades do Renegade Limited, a grade, as rodas e outros pontos são em prata acetinado. Há duas novas pinturas: Jazz Blue e Billet Silver, esta exclusiva para os Longitude.

Mais conectividade

A partir das versões Longitude, o Novo Renegade 2019 passa a contar com a maior tela multimídia da categoria, de 8,4 polegadas. Ela faz parte do mesmo sistema Uconnect aplicado no “irmão maior” Jeep Compass, outro sucesso sem paralelo no segmento. Dessa forma, é possível parear o smartphone por meio das interfaces Android Auto e Apple Car Play, para acessar pelo monitor do veículo aplicativos de navegação, como Google Maps e Waze e de música, a exemplo do Spotify e Deezer, apenas para citar alguns.

O Uconnect 8,4” permite ainda acessar as funções do ar-condicionado remotamente, por toques no monitor ou por comandos de voz. Por sinal, o tempo de resfriamento da cabine, em qualquer versão, ficou 20% mais rápido, graças a melhorias no sistema

Mas já nas configurações Sport 1.8 Flex, com câmbio manual ou automático, o Renegade tem de série o Uconnect 5”, com tela de toque e câmera de ré incorporada. A segunda entrada USB, que ficava dentro do porta-objetos central, agora está voltada para os passageiros traseiros, “democratizando” a utilização.