Informe da redação: Regina Duarte na Cultura, Dias Toffoli iguala teto dos salários dos professores, caixa-preta do BNDES

Nas redes sociais, Alvim diz que “foi tudo uma série terrível de eventos e coincidências que levaram a essa catástrofe” e crê ter sido alvo de “uma ação satânica”.

“Estamos noivando”

A atriz Regina Duarte aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro para comandar a Secretaria de Cultura do governo federal. Os dois se encontraram nessa segunda-feira (20), no Rio de Janeiro. “Estamos noivando”, disse Regina, que irá a Brasília nesta quarta-feira para conhecer a estrutura da secretaria. Ontem, inclusive, já se especulava a possibilidade de o presidente recriar o Ministério da Cultura, para abrigar Regina Duarte. Pelo jeito, tudo já se acertou. “Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver, quais são os guarda-chuvas que abrigam a pasta, enfim, a família. Noivo, noivinho”, brincou. Regina disse ainda que quer uma “gestão para pacificar a relação da classe com o governo. Sou apoiadora deste governo desde sempre e defendo a classe artística desde os 14 anos”.

“Ação satânica”

Regina assume no lugar de Roberto Alvim, demitido semana passada após a exibição de um vídeo no qual cita frases do ideólogo nazista Joseph Goebbels. Nas redes sociais, Alvim diz que “foi tudo uma série terrível de eventos e coincidências que levaram a essa catástrofe” e crê ter sido alvo de “uma ação satânica”.

Efeito cascata

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli concedeu uma liminar que vai pesar no cofre dos estados, inclusive do Paraná. Ele igualou o teto dos salários dos professores estaduais aos federais ao salário do ministro do Supremo: R$ 39.293. No Paraná, por exemplo, o teto praticado é o salário do governador (R$ 33,7 mil), que, embora seja o mais alto do Brasil, ainda é menor que o do STF. Há estados em que a diferença chega a R$ 16 mil.

Caixa-preta

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) pagou R$ 48 milhões por uma auditoria interna que prometia abrir a caixa-preta da estatal. Após um ano e dez meses depois, o banco divulga um relatório que não apontou evidência direta de corrupção em oito operações realizadas entre 2005 e 2018. O relatório tem oito páginas, o que dá uma média de R$ 6 milhões por página.

Transformação

A Jucepar (Junta Comercial do Paraná) era conhecida nacionalmente como uma das mais ineficazes do País. Para abrir uma pequena empresa levava em média duas semanas. Agora, o governador Ratinho Júnior agora comemora o fim da fila de espera de mais de 4 mil processos de abertura de empreendimentos. “A fila está zerada. Agora há casos de abertura de empresas em 12 minutos”, assegura.

Gastos com pessoal I

O TCE-PR emitiu parecer prévio pela desaprovação das contas de 2016 do Município de Formosa do Oeste, de responsabilidade do ex-prefeito José Roberto Coco (gestão 2013-2016). O motivo foi a ausência de redução de pelo menos um terço do excedente da despesa com pessoal no segundo quadrimestre daquele ano. O atual prefeito, Luiz Antônio Domingos de Aguiar (gestão 2017-2020), recebeu recomendação do TCE-PR no processo.

Gastos com pessoal II

No segundo quadrimestre de 2016, o Município comprometeu 57,27% da receita corrente líquida (RCL) no pagamento de pessoal. O percentual superava o gasto na remuneração de servidores registrado em dezembro de 2015, quando atingiu 55,03% da RCL. A partir de 51,3% o Município já pode sofrer sanções.

Lista singela

O Estadão divulgou ontem que 26 ex-governadores do País são alvos de processos que somam mais de R$ 2 bilhões. Dentre eles está o ex do Paraná Beto Richa, ao qual o Estado foi gentil e atribuiu apenas um processo, que trata da compra de salas comerciais em dinheiro para a família Richa com suspeitas de lavagem de dinheiro. O jornal “esqueceu” de mais sete processos dos quais Richa já é réu, dentre eles ações da Quadro Negro, que investiga desvio de dinheiro da Educação, e da Integração, que apura propinas nos pedágios.

 



Fale com a Redação

dezesseis + 9 =