Vai ter torcida!

Com a queda no número de mortes e de infectados pelo coronavírus, o governo do Paraná deve começar a liberar a presença de torcida nos estádios do Paraná em agosto ou setembro, em um primeiro momento com até 50% da capacidade, assim como fizeram alguns países europeus na Eurocopa. O chefe da Casa Civil, Guto Silva (PSD), sinalizou a provável liberação de torcida nos estádios.

 

Horário normal

A partir de 1º de agosto, a Prefeitura de Foz do Iguaçu retoma o expediente das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. A alteração no horário já foi publicada no Diário Oficial do Município.

 

Turismo religioso

Por unanimidade, a Assembleia Legislativa aprovou ontem, em primeira discussão, o Projeto de Lei 601/20, do deputado Soldado Fruet (Pros), que insere no Roteiro Oficial de Turismo Religioso do Paraná o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Itaipulândia, e incorpora a peregrinação anual de romeiros até o Santuário no Calendário Oficial de Eventos do Paraná.

 

Homenagem

A sessão da Câmara de Toledo dessa segunda-feira homenageou com um minuto de silêncio o agricultor Nelson Paludo, o agrônomo Vinícius Silva, a moradora Sebastiana Veiga Cardoso, o vigilante Sílvio Areco e Elida Baldi, prima do vereador Valdomiro Bozó, todos falecidos em função da covid-19.

 

Refis

Em Foz do Iguaçu, os vereadores discutem projeto de lei que amplia a possibilidade de parcelamento do Refis em até 120 vezes. O projeto está na pauta desta terça-feira. O objetivo é oportunizar uma quantidade maior de parcelas para que o contribuinte possa quitar as dívidas acumuladas até 31 de dezembro de 2020. O programa é também uma forma de o Município receber as receitas devidas e diminuir o número de processos já judicializados e em fase de judicialização, reduzindo despesas processuais.

 

Mudança a Fiesp

O empresário Josué Gomes da Silva, dono da Coteminas, do ramo têxtil, foi eleito presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). A chapa de Gomes, que foi a única a concorrer, recebeu 104 votos, enquanto houve 4 anulações. O empresário assumirá a sua cadeira em 1º de janeiro de 2022 e encerrará o mandato em 31 de dezembro de 2025. Gomes da Silva encerrará o ciclo de 17 anos de Paulo Skaf como presidente.

 

 

Voto distrital misto

O presidente do TSE e ministro do STF, Luís Roberto Barroso, defendeu nessa segunda (5), durante sessão no Senado, a implantação no Brasil de um modelo de votação similar ao distrital misto, mas com particularidades. Nesse caso, o eleitor votaria no candidato e numa lista definida pelo partido. Porém, caso o candidato escolhido superasse o coeficiente eleitoral, ele assumiria o cargo independente dos votos depositados na relação partidária de nomes. “Como há muito preconceito com a lista fechada, o TSE propôs uma fórmula em que o eleitor vota na legenda se quiser, e segue-se a lista partidária, mas o eleitor também pode votar no candidato. E, se o candidato, tiver o coeficiente eleitoral próprio, ele fura a lista”. Segundo ele, o voto distrital misto “baratearia os custos das eleições, aumentaria a representatividade e facilitaria a formação de maiorias políticas”.