Informe epidemiológico da Sesa (Secretaria Estadual da Saúde) confirma o segundo caso de Influenza A H1N1 em Cascavel. A vítima é um homem de 57 anos, que passa bem, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. O município contabiliza ainda outro caso de Influenza B.

Entre os 25 municípios da 10ª Regional de Saúde, apenas Cascavel registrou casos positivos de Influenza. A cidade, por sua vez, não registra óbitos até o momento. Desde o início do ano, foram notificados 23 casos da doença, com três confirmações. Outros três casos suspeitos ainda aguardam resultado de exames que serão divulgados em breve pelo Lacen (Laboratório Central).

Em todo o Paraná já foram confirmados 88 casos de Influenza e 10 mortes. A maioria dos óbitos, seis no total, foram causados pelo vírus A H3 Sazonal. Os outros dividem-se em A H1N1 (3) e Influenza A não subtipado (1).

Vacinação

Com a queda nas temperaturas e a aproximação do inverno, as pessoas ficam mais suscetíveis à doença. Para evitar que novos casos apareçam, a campanha de vacinação contra a gripe segue até 1º de junho e tem direito à vacina quem compõe os grupos prioritários: gestantes, puérperas, indígenas, idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos incompletos, detentos, profissionais da saúde, professores das redes pública e privada, doentes crônicas e pessoas que trabalham no sistema prisional.

Em Cascavel, até o Dia D da campanha, em 12 de maio, foram imunizadas 41,3 mil pessoas. Este é o levantamento mais recente disponibilizado pelo município. A vacina está disponível nas Unidades Básicas da Saúde e da Saúde da Família. Quem for receber a dose precisa estar munido do cartão de vacinação.

 

Dengue

A Secretaria Estadual da Saúde traz ainda os números da dengue em Cascavel. Conforme o boletim, os casos permanecem estáveis, com 25 no total – 22 deles autóctones e três importados. Em relação às notificações, o município soma 423.