Um grupo de ex-funcionárias terceirizadas do Hospital Universitário, de Cascavel, realizaram uma manifestação solicitando o recebimento de direitos trabalhistas. Elas se reuniram em frente ao Hospital no início da tarde desta sexta-feira,9.

São aproximadamente 15 pessoas que relatam ter sido demitidas em setembro e não receberam o pagamento dos seus direitos. Elas afirmam que a empresa também não liberou até o momento as guias necessárias para dar entrada no Seguro-Desemprego e afirmam que a empresa não depositou o valor referente ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

A empresa prestadora é a Santa Paula Serviços e segundo a advogada do grupo, Gianny Padovani, a empresa só regularizou alguns pagamentos que estavam atrasados, mas está ignorando o pagamento das rescisões. “Nós nos reunimos com eles há alguns dias e eles alegam que tem 30 dias para pagar, mas não é verdade. Temos funcionários que já foram demitidos a 60 dias. São pessoas que já recebem pouco, alguns com criança, outros que precisam de remédios que precisam desse dinheiro”

Segundo a advogada o grupo irá acionar a empresa juridicamente nos próximos dias caso não haja o pagamento das multas.