Vamos prestar contas daquilo que fizemos em 2017 e 2018 e planejar e apresentar os desafios de 2019. O resultado é positivo. Tínhamos 98 apontamentos do Ministério Público nas nossas escolas e conseguimos baixar 56 processos, reformamos mais de 30 escolas, e na próxima semana vamos entregar quatro escolas:duas reformadas e duas novas, a Arthur Mombach e Ademir Correia". Este foi um resumo muito sucinto feito pelo prefeito Leonaldo Paranhos para a escolha da Secretaria de Educação para realização da primeira "Escola de Governo" de 2019, que aconteceu na manhã dessa terça-feira (22), no auditório da Prefeitura.

Paranhos disse ainda que o Município teve crescimento no Ideb, melhoria no cardápio de merenda escolar oferecida às crianças, aumento no número de alunos matriculados na rede municipal e a valorização dos professores. As prioridades para este ano são o cumprimento de metas estabelecidas para o mandato como os programa Escola Segura, Escola Feliz e a construção de novas Escolas, como a da Transparência, na região norte da cidade, que é a escola que será construída com economia feita na licitação dos uniformes escolares, além do novo prédio da escola Gladis Tibola e novos Cmeis para enfrentar o desafio diante da crescente demanda por vagas. "Nossa cidade tem crescido, aumentado a demanda, mas é um desafio que nós temos  que ter capacidade de enfrentar e vencer", completou o prefeito.

A Secretária Márcia Baldini, da Educação, comandou a "Escola de Governo" e apresentou  os principais números  investidos e a investir na educação durante este ano. De acordo com ela, as prioridades da pasta, nestes dois últimos anos foram relacionadas aos investimentos em pessoal, formação continuada, substituição de professore em regime Processo Seletivo, estagiários que estavam em salas de aula por profissionais efetivos, revitalização dos espaços físicos das escolas, aquisição de  equipamentos, mobiliários, uniformes e incremento na merenda escolar com cardápio diferenciado para cada região e investimentos na formação continuada. " Ainda temos  muito o que avançar; como por exemplo,  a nossa tentativa de amenizar o problema na fila de espera por vagas em Cmeis. Mas com planejamento, expansão da rede e abertura de novas vagas, e reorganização dos espaços, vamos atendendo as crianças. Claro que não vamos conseguir zerar, porque o número de crianças  que nascem e permanecem em Cascavel gira em torno de 600 por mês e é natural que estas crianças ingressem em filas de espera do Cadum." 

Presente na Escola de Governo da Educação, o promotor de Justiça, Luciano Machado de Souza, da Educação, Infância, Juventude e Pessoa com Deficiência, ressaltou o esforço do Município em resolver os problemas existentes nas escolas e oferecer aos estudantes um ambiente digno para o aprendizado. "É perceptível o avanço que temos experimentado e mais importante que o avanço que já foi feito, é a perspectiva e necessidade de novos investimentos ações, já abraçados pelo prefeito Paranhos, seja na melhora da qualidade material e de recursos humanos, como também na expansão das vagas, porque continuamos com esta dificuldade. Mas, tudo isso temos que enfrentar e iniciar um ano com boas notícias como as que tivemos aqui hoje e reavivam a esperança nos próximos passos", destacou o promotor.

Posse e devolução de recursos

Também durante a Escola de Governo, seis novos diretores de escolas municipais e Cmeis tomaram posse. Também foi feito por parte da Fundetec, o repasse de R$ 300 mil referentes a economia feitas em licitações, compras e geração de receitas por parte da Agrotec.