A Prefeitura de Curitiba publicou um novo decreto autorizando que estabelecimentos comerciais e de serviço, casas noturnas e também eventos funcionem com a capacidade máxima de lotação, sem mais restrições. A mudança foi publicada nessa quinta-feira (4), com validade até 18 de novembro.

O texto também libera o consumo dentro de tabacarias e a comercialização de alimentos e bebidas alcoólicas em eventos esportivos com público externo e nas apresentações teatrais e musicais em espaços abertos.

De acordo com o novo decreto, a única restrição mantida é a proibição do consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas. O uso de máscaras também continua obrigatório.

Segundo a prefeitura, a medida foi possível diante da “melhora contínua dos dados epidemiológicos ao longo do período da bandeira amarela”, vigente desde 7 de julho.

“São quatro meses em que os números da covid-19 estão em uma queda consistente, o que corrobora para testarmos, nos próximos 15 dias, essas flexibilizações”, afirmou a secretaria municipal de Saúde, Márcia Huçulak.

Pandemia em Curitiba

Desde o começo da pandemia, Curitiba registrou 296.840 casos confirmados do novo coronavírus, com 7.750 mortes confirmadas, de acordo com boletim divulgado na quarta-feira (3).

Na quarta, o número de casos ativos na cidade era de 1.721.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) afirmou que utilizou os números de redução de casos e mortes pela doença nos últimos 14 dias para flexibilizar as medidas. Conforme balanço da SMS, o número de casos novos por dia reduziu 6,3% no período, na capital.

Em relação às mortes, a queda nos últimos 14 dias foi de 43,2%.

(G1 Paraná)