BRASÍLIA ? Ao contrário do que foi publicado na reportagem sobre gestores públicos que tiveram suas contas julgadas irregulares, o nome Carlo Busatto Junior, conhecido como o Charlinho, ex-prefeito de Mangaratiba e Itaguai não consta na segunda lista divulgada ontem pelo Tribunal de Contas da União.

O nome de Carlo Busatto Junior apareceu em uma primeira lista divulgada em junho deste ano pelo TCU e entregue à Justiça Eleitoral, informando que o TCU havia encontrado irregularidades em um convênio firmado pela prefeitura de Mangaratiba e o Ministério da Integração Nacional, mas essa mesma lista foi posteriormente atualizada. Charlinho foi prefeito de Mangaratiba entre 1997 e 2004 e prefeito de Itaguaí entre 2005 e 2012.