Brasília – A balança comercial brasileira registrou superávit US$ 7,395 bilhões em julho, com crescimento nas exportações e importações sobre julho de 2020, mostram dados divulgados nessa segunda-feira (2) pela Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Economia.

O superávit em julho é o segundo maior para o mês da série histórica, iniciada em 1989, atrás apenas do registrado no período em 2020, de US$ 7,601 bilhões.

No mês passado, a corrente de comércio (soma das exportações e importações) avançou 46,2%. As exportações somaram US$ 25,529 bilhões, alta de 37,5% ante julho de 2020. As importações chegaram a US$ 18,133 bilhões, avanço de 60,5% na mesma comparação.

De janeiro a julho, a balança comercial acumula superávit de US$ 44,127 bilhões, 47,6% maior do que o mesmo período do ano passado. Houve um aumento de 35,3 % nas exportações e de 30,9% nas importações do período nessa base de comparação.

Em julho, o setor agropecuário teve alta de 11,2% nas exportações. Houve aumento ainda nas vendas de produtos dos outros setores: 62,7% em indústria extrativa e 37,7%% em bens da indústria de transformação.

Nas importações, houve aumento de 48,2% na agropecuária, de 163,2% na indústria extrativa e de 57% em produtos da indústria de transformação.