CARACAS — Um policial morreu e 25 ficaram feridos nesta sexta-feira em um atentado com granadas contra uma delegacia na cidade venezuelana de Guanare, no Oeste do país, em que um agressor acabou abatido.

Dois homens em uma moto jogaram os artefatos no pátio da sede policial, onde os agentes estavam reunidos para iniciar suas atividades, informou Reinaldo Castañeda, governador do estado Portuguesa, do qual Guanare é capital.

— É um ato terrorismo — afirmou o governador, acrescentando que o serviços de inteligência estão investigando os motivos do atentado.

Desde meados de 2015 foram registrados ataques com granadas nas áreas urbanas da Venezuela.

Artefatos foram jogados contra sedes da Guarda Nacional e da polícia em Caracas e nos estados de Carabobo, Aragua e Táchira, assim como contra uma prisão e um jornal da cidade de Maracay.