Uma jovem de 24 anos que se envolveu em um acidente na PR-445, perto do distrito de Guaravera, em Londrina, no norte do Paraná, foi socorrida após ficar quase sete horas presa no carro.

O veículo caiu em uma valeta às margens da rodovia e, como no local não há sinal de celular, a vítima não conseguiu pedir ajuda.

O resgate aconteceu na manhã desta segunda-feira (4) quando um socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) passava pelo local. O atendente voltava de uma ocorrência quando estranhou o carro no local.

“A nossa base fica em Tamarana. Um colega estava retornando de uma transferência, quando viu o carro batido. Ele chamou a equipe e na hora viemos socorrer a jovem”, disse Elton Soares Isidoro, socorrista do Samu.

Durante o atendimento, a jovem contou que tinha saído a noite e ao voltar para casa e passar pelo trecho da rodovia, que tem uma curva fechada, o carro aquaplanou. Ela perdeu o controle da direção, bateu contra um poste e caiu na valeta. Chovia muito no momento do acidente.

“É um local de difícil visualização, os veículos passam muito rápido por esse trecho e não viram nada. Neste local, o celular não pega, nem o nosso rádio pega direito, então para pedir socorro precisaria ir para outro lugar. Ela ficou presa, a porta não abria”, detalhou o sargento Miguel Brigo.

A jovem foi socorrida e levada para uma unidade de saúde com ferimentos na face e fratura no fêmur.

Jovem sofreu ferimentos na face e uma fratura no fêmur — Foto: Reprodução/RPC

Jovem sofreu ferimentos na face e uma fratura no fêmur — Foto: Reprodução/RPC

G1 Paraná