O Ministério Público do Paraná, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Infrações Penais Contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Curitiba, cumpriu mandado de prisão, na manhã desta quarta-feira (1), contra um homem de 44 anos suspeito de cometer estupro de vulnerável contra várias vítimas. O mandado foi expedido pelo Juízo da Vara de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos da capital, e o cumprimento contou com o apoio operacional do Nucria (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes).

Conforme apurou o MPPR, o suspeito era tido pela comunidade em que residia, no bairro Cajuru, como alguém que prestava auxílio às famílias mais vulneráveis, sendo padrinho afetivo de diversas crianças e adolescentes na região. Ele apadrinhava crianças e adolescentes em situação de risco e que passaram por acolhimentos institucionais, fornecendo auxílio material a suas famílias e doando roupas e brinquedos às crianças, possivelmente buscando obter a confiança das vítimas para cometer os crimes de abuso sexual.

Até o momento, foram identificadas nove vítimas. A partir da prisão do suspeito, espera-se que outras possíveis vítimas se sintam fortalecidas para identificar-se, uma vez que as vítimas já ouvidas indicaram a existência de várias outras crianças que também teriam sofrido violência sexual.