No intuito de assegurar o respeito aos direitos humanos e civis dos usuários do Centro de Atenção Psicossocial Laços de Amor – CAPS I, setor da Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon, a equipe multiprofissional representada pela coordenadora Lilian Raquel Werner, psicóloga Keila Dauana Boaro e o orientador Social Júlio César Fontana, estiveram em reunião, recentemente, com o secretário de Indústria e Comércio, Valdir Port (o Portinho). Em pauta, pleitear vagas para cursos técnicos, que são ofertados para a comunidade, para os usuários do CAPS.

O objetivo é possibilitar a autonomia para este usuário enquanto reinserção social, assim como para a sua família, na melhoria da renda mensal, que também é essencial para a sua qualidade de vida e bem-estar.

“Criar oportunidades para o usuário do serviço em saúde mental no mercado de trabalho e direcioná-lo aos seus projetos de vida, faz parte do tratamento que a equipe do CAPS I realiza”, explica Lilian Raquel Werner.

Desta forma, foram sensibilizadas organizações, associações e pessoas jurídicas para que se comprometam solidariamente a advogar e desenvolver, a vigilância e defesa dos direitos humanos dos usuários em saúde mental, de acordo com as legislações vigentes. “Seremos parceiros neste processo. São oferecidas várias capacitações ao longo do ano, através da secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, com o apoio de entidades. O público atendido pelo CAPS também receberá atenção especial”, ressaltou o secretário Portinho.