Furto de fios que terminou em morte é investigado

A Polícia Civil de Cascavel está investigando o furto de fios de cobre que terminou com a morte do jovem Anderson Champoski Hettwer, 29 anos, na noite de segunda-feira (8) às margens da PR-486.

De acordo com a polícia, Anderson e dois colegas estavam no local para furtar os cabos pois ganhariam R$ 300 com a venda do material. A vítima entrou em uma caixa subterrânea para cortar os fios quando sofreu uma descarga elétrica e morreu na hora.

Os dois comparsas tentaram fugir, mas foram detidos pela Polícia Militar.

Um deles tem apenas 15 anos. Ele foi apreendido e um Termo Circunstanciado por furto qualificado foi registrado contra ele. O outro, que tem 18 anos, foi preso em flagrante por furto qualificado e não há possibilidade de fiança.

O corpo de Anderson será enterrado hoje no Cemitério Cristo Redentor, em Cascavel.



Fale com a Redação

dois × três =