A implantação da UPS (Unidade Paraná Seguro) da região Oeste de Cascavel terá um importante passo nesta semana. É que a Cohavel (Companhia Habitacional de Cascavel) vai montar uma comissão de trabalho para definir como será o início da reforma do Salão Comunitário do Bairro Santa Cruz, em Cascavel e a previsão é de começar a reforma já nesta semana.

“Fizemos o levantamento dos materiais necessários e eu sugeri algumas alterações na ideia inicial da reforma. Nesta semana, devemos compor esta comissão, que é o passo mais difícil, pois poucas pessoas querem se comprometer. Precisamos saber com o que a comunidade vai conseguir colaborar”, afirma o presidente da Cohavel, Nei Haveroth.

É no espaço, hoje deteriorado e abandonado, que vai funcionar a sede da UPS Oeste e pouca coisa da estrutura será aproveitada: paredes e a estrutura do telhado.

A garantia da unidade foi dada pela governadora Cida Borguetti, em visita a Cascavel nos primeiros dias de maio, que afirmou que em 60 dias a base estaria em funcionamento. O avanço foi anunciado poucos dias depois de ser negado pelo ex-governador Beto Richa, que alegou que não havia estrutura para tornar a UPS realidade. Cida assumiu e já anunciou nove UPSs para todo o Estado.

Prazo

Apesar da garantia de prazo de 60 dias para a unidade ficar pronta a partir do pronunciamento feito pela governadora no início do mês, pode ser que a estrutura demore um pouco mais para funcionar. “Posso prever 60 dias a partir do início da obra, mas ainda assim, podem ocorrer imprevistos, como falta de material, por exemplo”, explica Nei. Somando todos os materiais necessários, o custo da UPS ficará em torno de R$ 80 mil, sem contar a parte da mobília.

Reportagem: Tatiane Bertolino

Foto: Aílton Santos

20 – Salão será reformado para sediar UPS da região Oeste