Seleção Brasileira: Tite admite dificuldade contra times africanos

Tite citou dificuldade do Brasil em bola aérea contra africanos

Rio de Janeiro – Depois do empate do Brasil em 1 a 1 com Senegal, em amistoso realizado ontem (10) em Singapura, Tite reconheceu que a seleção esteve abaixo das expectativas. Em entrevista coletiva no Estádio Nacional, o treinador brasileiro afirmou que sua equipe vem tendo dificuldades contra adversários africanos que imprimem um ritmo mais forte e físico nas partidas.

“Esteve abaixo, sim. No segundo tempo foi melhor, mais circulação de bola, profundidade, mas esteve abaixo, sim. É a segunda vez contra escola africana, e a segunda vez com dificuldades”, afirmou.

Para Tite, o Brasil ainda não encontrou a melhor forma de encarar os adversários africanos. “[Eles] Procuram contato, trazem compactação, [têm] bola aérea forte. A gente ainda está encontrando o melhor modo de jogar com essas equipes”.

Apesar de reconhecer que o desempenho da seleção não foi o ideal, Tite se mostrou tranquilo com as críticas – desde que conquistou a Copa América, a seleção não venceu nenhuma partida. São dois empates e uma derrota em três jogos. “Precisa de resultado associado à criação e finalização, solidez defensiva e resultado. Quando falta um dos três, a crítica vem e eu tenho que saber absorver”, disse.

O Brasil voltará a campo domingo (13) para mais um amistoso, novamente diante de uma seleção africana. O adversário será a Nigéria, às 9h (de Brasília), no mesmo Estádio Nacional, em Singapura.

 



Fale com a Redação

13 − 7 =