BANDEIRADA

Oroch 2023 terá motor turbo de 170 cv

19 de abril de 2022 às 09:53
Renault Oroch 2023. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem
Publicidade

 

 

A Renault do Brasil apresenta a picape Oroch 2023. O revolucionário modelo, que criou um novo segmento dentro do universo de picapes, chega ao mercado com mais potência e torque com o motor turbo 1.3 TCe Flex, design externo renovado que reforça sua robustez, interior completamente novo, trazendo muito mais refinamento e sofisticação, e novas tecnologias de conectividade, conforto e segurança.

Inovadora desde sua concepção, a Oroch foi a primeira picape nacional que combinou o conforto de um SUV com a versatilidade de ter uma caçamba na medida certa, trazendo amplo entre-eixos e espaço interno, bem como suspensão independente nas quatro rodas – MacPherson na dianteira e Multilink atrás – permitindo ao modelo um rodar confortável e seguro em diferentes condições.

Para a linha 2023, a picape passa a ser comercializada em três novas versões: PRO, Intense e Outsider. As duas primeiras trazem o eficiente motor 1.6 SCe, com a nova transmissão manual de seis velocidades, enquanto a topo de gama Outsider estreia o motor turbo 1.3 TCe Flex, o mesmo adotado no Captur e Duster, com 170 cv e 27,5 kgfm de torque.

“A Oroch 2023 é a picape para chamar trabalho, viagens, aventuras e tudo mais que o cliente precisar. Inovadora desde seu lançamento, a Oroch chega ao mercado com uma gama completa de versões para diferentes perfis de consumidores”, explica Bruno Hohmann, vice-presidente comercial da Renault do Brasil.

Mais potente

Uma das grandes novidades da Oroch 2023 é a adoção do novo motor turbo TCe 1.3 flex na versão Outsider, com 170 cv à 5.500 rpm e 27,5 kgfm de torque entre 1.600 e 3.750 rpm. Desenvolvido com o know-how da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi em parceria com a Daimler, esse conjunto motriz, também adotado no Captur e no Duster Iconic, traz como características um alto torque em baixas rotações e baixo consumo de combustível.

Ele traz tecnologias que a Renault desenvolveu nas pistas da Fórmula 1, categoria que a marca já conquistou 12 títulos mundiais, como a injeção direta central com 250 bar de pressão, turbocompressor com válvula wastegate eletrônica e duplo comando de válvulas variável com atuadores elétricos, que garantem uma combustão otimizada com mais performance e menos consumo de combustível.

O turbo TCe 1.3 flex é um motor global, que equipa modelos da alta gama em diversos países. Produzido na Espanha, esse propulsor rodou mais de 40 mil horas de testes no seu desenvolvimento, mais de 300 mil km de validação em condições extremas e já teve mais de 1,2 milhão de unidades produzidas em 2020. Todo o desenvolvimento da versão flex ficou a cargo da equipe de engenheiros do RTA (Renault Tecnologia Américas), que fica no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR).

 

 

Crédito: Divulgação

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE