Moradores do Parque São Paulo, área central de Cascavel, reclamam da demora no conserto dos estragos provocados por uma forte chuva ainda no primeiro trimestre deste ano.

A estrutura de proteção sobre o bueiro por onde passa o Rio Quati, no traçado da Rua Visconde do Rio Branco, foi levado pela chuva dia 1º de março. Houve desmoronamento e o asfalto ficou comprometido.

Quase seis meses depois, pouco mudou. “Isso está um perigo, sem segurança. Olha o tempo que estamos esperado”, disse a moradora Beatriz Patne.

A Sesop (Secretaria de Obras Públicas) informou que a obra teve uma parte feita entre março e abril e que outros processos foram realizados na própria secretaria. “Existem procedimentos burocráticos para a compra de materiais, pois a obra está sendo executada pela prefeitura. O conserto do bueiro não foi licitado, por exemplo”, disse o coordenador da secretaria, o engenheiro Sandro Rocha.

Foto: Aílton Santos

Imagem 1: ponte rua Visconde Rio Branco -as_ (3)

Legenda: Demora nas obras do bueiro da Rua Visconde do Rio Branco incomodam a população

BOX

30 dias para conclusão

Segundo o engenheiro Sandro Rocha, da Sesop, a finalização dos trabalhos no bueiro deve ocorrer nos próximos 30 dias. “Estamos esperando a cura [secagem] da liga pré-moldada para instalar no local. Em breve vamos entregar a obra. Essa não é uma solução definitiva, mas que possibilita o tráfego na rua e garante a segurança da população. Para o futuro já estamos pensando na ampliação do bueiro ou a instalação de uma ponte na Rua Visconde do Rio Branco”, antecipa.

Foto: Secretaria de Obras

Imagem 2: ponte-rio-quati-sesop (01)

Legenda:

Estrutura está esperando secagem, antes de ser instalada na Rua Visconde do Rio Branco

Reportagem: Silvio Matos