Paraná tem situação fiscal “estável”

A agência de classificação de risco Moody’s deu ao Paraná a avaliação AAA.br, o patamar mais alto da escala de situação fiscal de longo prazo, em relatório divulgado na terça-feira (29). Os outros dois entes públicos brasileiros avaliados no estudo, Maranhão e o município do Rio de Janeiro, ficaram em patamar inferior, com avaliação AA.br. A perspectiva para o Paraná foi considerada “estável”. “A atribuição do rating de emissor AAA.br para o Paraná reflete a sua base econômica grande e diversificada, resultados fiscais positivos e nível moderado de dívida sobre receitas em comparação com os seus pares. O perfil de crédito é limitado pelo gasto previdenciário grande e em crescimento, ilustrado pelo seu custo total com previdência (incluindo o déficit atual), que absorveu 19% da receita total em 2020”, apontou o relatório da Moody’s.

 

LDO 2022

A Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa aprovou ontem relatório com o substitutivo geral ao projeto que trata da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2022, apresentado pelo relator da matéria, deputado Tiago Amaral (PSB). A proposta recebeu 80 sugestões de emendas para modificações no texto original. Dessas, 50 foram acatadas no relatório de Amaral; uma foi acatada parcialmente e 29 foram rejeitadas. O texto agora segue para plenário. A expectativa é de que seja votado ainda no primeiro semestre.

 

Déficits

O relator informou que, para 2022, a LDO prevê um déficit aproximado de R$ 4,3 bilhões. Para 2023, o déficit estimado é de aproximadamente R$ 3,5 bilhões e, para 2024, o déficit é de aproximadamente R$ 2,4 bilhões.

 

Prévias tucanas

Um encontro on-line neste sábado (3) vai debater as prévias do PSDB para as eleições à Presidência da República no ano que vem. O evento contará com a presença virtual do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, do presidente paranaense da sigla, Paulo Litro, e outros líderes tucanos. Além de Eduardo Leite, o PSDB tem como pré-candidatos o governador de São Paulo, João Dória, o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto e o senador Tasso Jereissati, do Ceará.

 

Segurança no ar

A Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) e as agências nacionais de vigilância sanitária e de aviação civil (Anvisa e Anac, respectivamente) afirmaram, na Câmara dos Deputados, que há segurança sanitária para os passageiros dos voos domésticos no atual momento da pandemia no Brasil. Os protocolos de segurança foram debatidos em audiência virtual conjunta da Comissão de Seguridade Social e Família, e da Comissão Externa de Enfrentamento à Covid-19.

 

CIA no Brasil

William J. Burns, diretor da CIA, realizou ontem visita oficial a Brasília para se reunir com representantes do Governo Bolsonaro. O encontro constou na agenda dos ministros Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil) e Augusto Heleno (Segurança Institucional). Burns e o embaixador americano em Brasília, Todd Chapman, chegaram ao Palácio do Planalto no meio da tarde. O diretor da CIA passou mais de três décadas no corpo diplomático americano e foi escolhido para comandar a agência pelo presidente Joe Biden.

 

Desfavelizalão

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, cumpre agenda em Curitiba nesta sexta (2), quando anuncia, às 10h, no Palácio Iguaçu, as propostas selecionadas pelo Programa Pró-Moradia para revitalização de favelas nas cidades de Curitiba e São José dos Pinhais. No total, até R$ 59,8 milhões poderão ser financiados pelos municípios, em recursos do FGTS, para a revitalização das comunidades.