Colocar as contas em dia ainda é um desafio para muitos cascavelenses e está aí o SPC que não deixa mentir. O Serviço de Proteção ao Crédito da Acic (Associação Comercial e Industrial de Cascavel) registrou em setembro a inclusão de 5.704 pessoas no cadastro de inadimplentes, aumento de 27% contra o mesmo período do ano passado (4.503).

Para o diretor do Serviço de Proteção ao Crédito da Acic, Genésio Pegoraro, diz que os dados de setembro se diferem de agosto: “Naquele mês, também em comparação com o período igual de 2017, aumentou em 2% o número de inadimplentes, mas 26% conseguiram acertar os débitos”.

Segundo ele, a realidade de quem ainda sofre com dívidas é maior ao se observar a situação do País. “O SPC mostra que 40% da população está endividada. Muitos conseguiram se organizar e voltar a consumir, mas infelizmente o momento econômico ainda é difícil”, avalia.

Nome limpo

No balanço do mês, a entidade observa dados positivos em relação às pessoas que conseguiram limpar o nome no sistema. Em setembro de 2017, 2.722 saíram do SPC, e, neste ano, foram 3.502, aumento de 29%.

Segundo o diretor do SPC da Acic, a expectativa é de que nos próximos meses o percentual continue a subir. “A taxa do desemprego teve queda, além disso, haverá o pagamento da primeira parcela do 13º salário”, antecipa Pegoraro.

O número de consultas SPC no comparativo do mesmo mês registrou aumento de 2%. Foram feitas 44.415 em setembro de 2018, contra 43.558 no ano anterior.