Homem é condenado por tentativa de homicídio

O motivo do crime seria o relacionamento de uma sobrinha da vítima

Edilson da Silva Portela foi condenado a quatro anos de prisão em regime semiaberto (quando o condenado pode trabalhar durante o dia mas durante a noite e feriados precisa voltar para a penitenciária) pelo atentado à vida de Jean Lucas Magalhães dos Santos.

O crime aconteceu em julho de 2012. Jean andava pela marginal da BR-277, no Bairro Guarujá, quando foi atingido nas costas por tiros.

O motivo do crime seria o relacionamento de uma sobrinha de Edilson com Jean.

A acusação era de tentativa de homicídio qualificado, com as qualificadoras de motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima, mas a condenação foi por tentativa de homicídio simples.

O réu responde o processo em liberdade. A defesa recorreu da sentença e ele deve continuar solto até o novo julgamento.



Fale com a Redação

1 + 19 =