Dia das Mães: sua saúde é um presente para todos

Mães com filhos pequenos tendem a gastar muito tempo cuidando das crianças e acabam deixando de lado as próprias necessidades

Uma das datas mais gostosas do ano é o Dia das Mães. E só quem já a perdeu sabe que, muito além do apelo comercial, a data devia ser de reflexão.

Apaixonada pelos filhos, muitas mães colocas as necessidades deles em primeiro plano e tendem a deixar as suas pra trás. São pelo menos uns 20 anos de grande dedicação, um projeto familiar de amor incondicional, a busca constante pelo bem-estar dessa outra pessoinha. Mas não dá para a mãe esperar 20 anos. E razões para isso não faltam.

As mães são modelos inspiradores para seus filhos. Se ela mantém um estilo de vida ativo durante a fase de infância deles, vai motivá-lo a ter uma vida ativa para sempre, com menos doenças e mais aptidão física para as tarefas da vida.

Outra razão: manter-se saudável e ativa permite estar pronta para cuidar melhor, com mais atenção, acompanhando mais e se divertindo mais com seu filho.

Sonho de toda mãe: ver seu filho crescer, se formar, namorar, casar, ter filhos ainda com pique para levá-los a um passeio no parque. Por isso é fundamental ter uma vida saudável.

Uma mulher ativa é também mais produtiva, melhor profissional, destaca-se no mercado, ganha mais e pode gerar mais qualidade de vida e conforto para seus filhos.

E tem mais uma. As mães não querem ser um peso na vida dos filhos. Ou seja, é preciso envelhecer com saúde, independência e autonomia.

 

Fonte: Texto adaptado de reportagem de Cristiano Parente

 

 



Fale com a Redação

14 + sete =