Como o basquete, handebol do Brasil fica sem técnico após Olimpíada

Assim como as seleções de basquete, que ficaram sem técnico após o fim da Olimpíada do Rio, a masculina de handebol está agora à procura de um novo treinador.

JK

Handebol sem técnico

O espanhol Jordi Ribera, que dirigia a seleção masculina de handebol desde 2012, resolveu sair para comandar a equipe de seu país, a Espanha. Com ele o Brasil obteve, no Rio, sua melhor coloção em Olimpíadas em todos os tempos: 7º lugar.

Na campanha a seleção brasileira superou adversários temidos, como Polônia, bronze no Mundial, e Alemanha, campeã europeia e ex-campeã olímpica.

Foi a primeira vez que o Brasil chegou às quartas de final nos Jogos, e obteve também a melhor classificação em Mundiais (13ª, na Espanha, em 2013).

Teve ainda a melhor posição nos Mundiais Júnior (6º lugar na Bósnia-2013) e Juvenil (9º lugar na Hungria-2013). E é soberano nas Américas: campeão dos Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto, e do Pan da modalidade.

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação