Coluna Esplanada do dia 30 de abril de 2019

Elo com o mercado

Expoentes do mercado financeiro estão inquietos e ansiosos sobre as incertezas da tramitação e aprovação da reforma da Previdência no Congresso. O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assumiu o papel de principal interlocutor da Esplanada com os investidores. O democrata tem se reunido constantemente, a portas fechadas, com grandes empresários que apostam cada vez menos na aprovação do texto no primeiro semestre. Nos encontros, o democrata mantém o tom de otimismo e afirma que, a despeito das dificuldades, a reforma será aprovada. Mas não garante se atinge metade do R$ 1 trilhão em economia proposto pelo ministro Paulo Guedes.

Ajustes

Maia é um dos que defendem alterações na reforma, entre elas a manutenção das regras da aposentadoria rural e no Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Tenso

O cenário pró-reforma não está nada bom para o Governo no Senado. Será outro problema, talvez maior que na Câmara Federal.

Dois K

O senador Kajuru revelou bomba Judiciária em entrevista à e-webtv da Coluna que vai ao ar amanhã. O papo com Kim Kataguiri entra no ar hoje em nosso canal no Youtube.

Fechados

Adilson Barroso, presidente do Patriota, já esteve com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio. Por ora, confirmação de alinhamento do partido com o Governo. Mas não se descarta que Bolsonaro se filie ao Patriota no fim do ano, como revelamos.

Plano A

O presidente está insatisfeito com os rumos do PSL – principalmente após o cerco da Polícia Federal ontem a supostas candidatas “laranjas” em Minas Gerais, ligadas ao ministro do Turismo, Marcelo Álvaro (que continua no cargo). Ele vai esperar a aprovação da Reforma da Previdência – e, com a “janela”, poderá levar centenas de deputados, senadores e prefeitos para a eventual nova legenda.

Direitos humanos

O MP Federal pressiona o Ministério da Justiça para evitar extinção do Comitê Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Em ofício da subprocuradora-geral da República Luiza Cristina Frischeisen, o MP pondera que o Conatrap é “essencial para a construção de uma política pública permanente de combate”.

Memória

O Decreto 9.759 do presidente Jair Bolsonaro, de 11 de abril, prevê a extinção de conselhos da administração federal que têm participação da sociedade civil.

Óleo na pista…

Presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) vai pedir à Agência Nacional de Transportes Terrestres e ao Ministério da Infraestrutura explicações sobre as medidas administrativas após a Operação Infinita Highway, da Polícia Federal. Ligado a Valdemar da Costa Neto, “dono” do PR, o diretor-geral da ANTT, alvo da PF, despacha tranquilo na sede da Agência.

… e acostamento

“Essa situação gera desgaste para a Agência e insegurança jurídica. Temos responsabilidade na escolha e também na fiscalização desses servidores públicos”, resume o senador. Diretores de agências são aprovados em sabatinas no Senado.

Seleção da esquerda

Os presidenciáveis Ciro Gomes (PDT), Manuel D’Ávila (PCdoB), Guilherme Boulos (PSOL), Fernando Haddad (PT) marcam presença amanhã na festa do 1º de Maio das centrais sindicais no Vale do Anhangabaú, em São Paulo. Marina Silva (Rede) ainda não confirmou presença. Carlos Siqueira, presidente do PSB, confirmou.

Discurso unificado

A turma supracitada ensaia, em conjunto com os sindicatos, críticas à reforma da Previdência. Apesar do aperto no caixa, a festa terá no palco artistas como Leci Brandão, Paula Fernandes e Toninho Geraes.

Darcy para Lula

O ex-presidente Lula da Silva ganhou do Instituto Lula um exemplar de “O Povo brasileiro – A formação e o sentido do Brasil”, que Darcy Ribeiro lançou em 1995, dois anos antes de morrer. Amigos que o visitaram dizem que Lula já leu “Raízes do Brasil”, de Sérgio Buarque de Holanda.



Fale com a Redação

onze − 4 =